III Festa das Estrelinhas homenageia várias crianças na Síndrome do Amor

Na última quinta-feira, 3 de Agosto, aconteceu na Síndrome do Amor a III Festa das Estrelinhas. A ideia do evento é incentivar a lembrança positiva das mães que já perderam seus filhos e também suavizar a questão da morte para as crianças de modo geral.  Por essa razão ela tem um formato bem delicado e infantil, com direito a cachorro quente, pipoca, bolo e algodão doce. O ápice aconteceu às 20h30min, hora em que foram soltos vários balões simultaneamente pelas famílias dos GARSA (Grupos de Apoio Regionais da Síndrome do Amor no aplicativo Whatsapp) em todo o Brasil.
A Festa das Estrelinhas nasceu há três anos quando uma das amorosas perdeu o seu filho Theo Piscitelli de Sá, devido a uma paralisia cerebral causada por um problema no parto. A equipe de amorosos queria fazer algo para alegrar a mamãe Carol e a irmãzinha Maitê. Assim, surgiu a ideia de fazer uma festa infantil que homenageasse o Theo e todas as estrelinhas da Síndrome do Amor, apelido carinhoso que a Associação deu aos filhos que estão hoje no céu.
Agradecimentos: Vip Locações, Gianeti Guindaste, Auto Funilaria Campos Elíseos, RAC Imóveis, Judith Gianeti.Patrocinadores: Diana Pedersoli, Cristiane Framartino Bezerra.

 

Sobre a Síndrome do Amor:
A Síndrome do Amor é uma associação que visa ajudar as famílias a descobrirem e estudarem possíveis tratamentos para crianças nascidas com doenças raras. Uma equipe de voluntários formada por pessoas de todas as formações e ocupações, acolhe, hospeda, orienta e capacita famílias através de 15 grupos de apoios regionais. Mais informações no site: www.sindromedoamor.com.br
Comentários via Facebook

comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *